Nanã

 

 

O mar roncava,
Entre as pedras se batia
Ao gemido da mãe d`água,
A sereia respondia
São flores, são flores
São flores para Nanã Buruquê
São flores, são flores
Do seu filho Obaluaiê
Nas noites de agonia
Ele é quem vem nos valer
É seu filho Nanã, é meu Pai
Ele é Seu Obaluaiê
São flores

 


NANÃ, Ó MINHA MÃE NANÃ!(2X)

PROTEGE OS SEUS FILHOS, SEGURE O MEU CONGÁ...

EU SOU DE JUREMA E EU QUERO TRABALHAR!


TRECA, TRECA, QUE EU VI NANÃ...

BANGU, BANGULÊ!

TRECA, TRECA QUE EU VI NANÃ, AUÊ...

TRECA, TRECA QUE EU VI NANÃ...

QUE EU VI NANÃ BURUQUÊ!

PERGUNTE À SUA CANHANHA SE EU VI NANÃ...

SE EU VI NANÃ BURUQUÊ!


SENHORA SANTANA... MÃE DE MISERICÓRDIA! EU VOU PEDIR A ELA PRA ELA PEDIR A DEUS... OH, MINHA MÃE, ROGAI POR MIM!


NANÃ É MÃE DOS ORIXÁS! ESTÁ NA TERRA E NA CACHOEIRA E ESTÁ NO MAR! EU VOU PEDIR À BOA NANÃ QUE ABENÇOE SEUS FILHOS E SEU OGÃ!


OH, NANÃ, CADÊ OXUM? OXUM TÁ NAS ONDAS DO MAR! ELA É DONA DO REINAR! SALVE OXUM!


OI NAS ONDAS DO MAR EU VI NANÃ! OI NANÃ BURUQUÊ... OI NAS ONDAS DO MAR EU VI NANÃ! OI NANÃ BURUQUÊ


NANÃ VEM DAS NEVES, ELA VEM DAS ONDAS DO MAR (BIS) SARAVÁ, OXUMARÉ SARAVÁ A SEREIA DO MAR SARAVÁ NANÁ BURUQUÊ SALUBA(2X)


Atraca, atraca, Que aí vem Nanã, e á Atraca, atraca, Que aí vem Nanã, e á É Naná, é Oxum, É Sereia do mar, e á É Nanã, é Oxum Que vem nos saravá, é á.


ATRACA, ATRACA QUEM VEM NA ONDA É NANÃ! (2X) É NANÃ, É OXUM, É QUEM VEM SARAVÁ! EH, AH É NANÃ, É OXUM, É NANÃ! É A SEREIA DO MAR EI Á!YEMANJÁ... OXUMARÉ!


MINHA MÃE É NANÃ É O ORIXÁ MAIS VELHO DO CÉU! NANÃ, Ô NANÃ BURUQUÊ... FIRMA SEUS FILHOS AGORA EU QUERO VER! SENHORA SANTANA DAI-NOS VOSSA PROTEÇÃO! VALEI-NOS AVÓ DE ARUANDA! VALEI-NOS COM SUA BENÇÃO! COM SEU MANTO CONSAGRADO! COM SUA ESTRELA BENDITA! VALEI-NOS SENHORA NANÃ LIVRAI-NOS DAS HORAS AFLITAS!


OH YEMANJÁ OH YEMANJÁ! QUE LINDA SEREIA NADANDO AREIA NAS ÁGUAS DO MAR VAI DIZER PRA SANTANA QUE TODA SEMANA EU REZO PRA ELA EM SEU LOUVOR É NANÃ BURUQUÊ! É NANÃ BURUQUÊ!


NAS CACHOEIRAS DE NANÃ BURUQUÊ SÓ SE LAVA A CABEÇA DO FILHO DE UMBANDA QUANDO É PRA VALER MAS SE VOCÊ NÃO É, ENTÃO NÃO VAI LÁ PORQUE NANÃ BURUQUÊ, MEU FILHO, PODE NÃO GOSTAR...


Senhora Santana Senhora Nanã Abençoe os seus filhos Oi tirando todo mal Com seus anjinhos ela chega devagar Trazendo abenção de Papai Oxalá


Salubaê, salubaê Nanã salubaê Nanã oi Nanã Borouquê Salubaê, salubaê Nanã salubaê Nanã oi Nanã Borouquê


Oi nas Ondas do mar eu vi Nanã Oi Nanã Borouquê Oi nas Ondas do mar eu vi Nanã Oi Nanã Borouquê


Naquela fazenda tem uma moça tão velha Naquela fazenda tem uma moça tão velha Ela é Nanã é Borouquê Ela é dona de cacourocaia Ela é Nanã é Borouquê Ela é dona de cacourocaia


Eu vim ao mundo para sofrer O meu destino é sobreviver Oi abre as portas para receber Nanã Borouquê e Abaluaê


Iemanjá é minha mãe, Saluba Nanã é minha avó (bis)

Saravá Nanã Buruquê Eu lhe peço não me deixe só (bis)


Nanã Santa serena, Eu lhe peço sua benção (bis)

Irmã de Nosso Senhor, Livrai-me da aflição (bis)


Quando Nanã vem à Terra

Filhos pedem, ajoelhados,

Sua missura, Nanã Divina,

Não nos deixe abandonados.


Saravá Naná, Sua proteção; Saravá, Nanã, Dai-nos sua benção.


Com seu manto consagrado

Com sua estrela bendita

Valei-nos Senhora Nanã,

Livrai-nos das horas aflitas.


Saravá Nanã, oi Nanã Buruque

Saravá Nanã, oi Nanã Buruque

A sua saia é roxa

O seu telhado é de sapê

A sua saia é roxa

O seu telhado é de sapê


ATRACA ATRACA QUE EU VI NANÃ AUÊ!

ATRACA ATRACA QUE EU VI NANÃ ÊÁ!

É NANÃ BURUQUÊ...

É A SEREIA DO MAR...

É MAMÃE