Qual a Guia (Fio de Contas) mais importante em nosso Ritual?

03/06/2013 19:00

 

 

Olá a todos.

A benção aos mais velhos.

Estava eu num sábado de sessão pegando minhas guias para bater a cabeça em solo sagrado, na TEOM (Tenda Espírita Ogum Megê) quando me deparei com um dilema; qual guia é a mais importante em nosso Ritual?

Desde que entrei em Almas e Angola os Fios de Conta sempre me chamaram a atenção não propriamente pela importância, mas pelas cores e tamanhos. São símbolos de um grande efeito mágico. O significado deste precioso tesouro são muitos e seu valor incalculável e não estou me referindo ao valor material. Um de seus significados nada mais é que uma identificação, dizendo quem são seus Orixás e Guias Espirituais. Outra importância é para destacar o grau hierárquico de um médium. Abaixo mostrarei o grau do médium e quantos fios de contas o médium deverá usar:

 

Anjo de Guarda: 1 guia leitosa branca normalmente feita com miçangas grandes, com 5 firmas e com um crucifixo no meio da guia. Esta guia representa Oxalá em sua grandeza, pois é ele quem nos guarda até nossa primeira camarinha.

 

Borí: 1 guia branca, 1 guia da cor de seu Orixá de “frente” e 1 guia da cor de seu “segundo” Orixá. Se o médium for de Orixá masculino de “frente” logo seu “segundo” Orixá será feminino. O médium também irá possuir 1 guia de seu responsável espiritual (preto velho ou caboclo). As cores das guias são diversas, sendo que cada Orixá e Entidade possuem suas cores correspondentes.

 

Pai Pequeno ou Mãe Pequena: 1 guia de 5 fios na cor branca, 1 guia de 5 fios na cor de seu Orixá de “frente” e 1 guia de 5 fios da cor de seu “segundo” Orixá. Quando se faz esta coroa de Pai Pequeno o médium faz 1 guia para Exu e 1 para Pombogira, 1 para preto velho ou preta velha, 1 para beijada e 1 para caboclo ou cabocla (tudo conforme suas entidades solicitaram; cores e medalhas e/ou amuletos). As miçangas a serem usadas são pequenas.

 

Babalorixá ou Yalorixá: Têm todas as Guias iguais as de Pai Pequeno o que muda são os fios que de 5 passam para 7 fios. E esta coroa grande ganha mais a guia de Babá que é uma guia “bem colorida” onde mostra os Orixás da pessoa conforme sua “escala de santo”. Ao fazer esta coroa o médium também pode usar um Quelê de seu Orixá de frente. O Quelê para nós de Almas e Angola é uma Guia pequena muito parecida com um colar, normalmente é feito de pedras trabalhas e grandes.

 

Nos Reforços de 7, 14 e 21 anos de Babalorixá ou Yalorixá o filho de santo recebe as guias correspondentes, ditadas pelo Pai de Santo no momento oportuno. Nos 21 anos de Babalorixá o médium recebe uma guia chamada de brajá está é feita de búzios e de miçangas na cor do Orixá de coroa do médium.

Quero ressaltar que cada casa de Santo e cada Pai de Santo, apesar de sermos todos Almas e Angola, mas cada qual segue os ensinamentos de suas Entidades e Mentores Espirituais, podendo então ser um pouco diferenciado os Fios de Contas de uma tenda para outra.

As guias devem ser tratadas pelos médiuns com todo carinho e o máximo de respeito, pois elas representam o Orixá e a segurança do médium.

A guia foi feita de acordo com os pais de cabeça do médium, então somente a ele pertence, não podendo emprestar de um médium para o outro, acarretando com isso a quebra energética do sagrado, levando a guia ao profano, com um simples colar de adorno. Cada médium deve possuir sua própria guia, pois somente o Orixá ou seu guia espiritual, sabem que tipo de energia trabalhar e como proteger seus médiuns. 

Nenhuma pessoa estranha poderá tocar nelas e estas devem ser sempre limpas e guardadas no terreiro ou em algum lugar longe do alcance e visão dos curiosos.

No início das sessões mediúnicas ou de desenvolvimento é feito a defumação para limpar todas as guias e serem tiradas todas as energias negativas delas. Durante os trabalhos no terreiro, as energias vão sendo absorvidas ás guias, auxiliando o corpo do médium para que retenham nele todas as energias negativas, livrando-o de sobrecargas e desarmonia durante os trabalhos.

Lembre-se que as guias são objetos sagrados e como tal devem ser tratadas.

Quero lembrar que normalmente quando um médium oborizado faz uma camarinha para Pai Pequeno ou Mãe Pequena, como as miçangas da guia de obori são de tamanho diferente das guias da coroa na qual eles fizeram, às vezes estes médiuns doam suas guias antigas para outros médiuns. Mas para que isso seja feito tem todo um ritual para mudar as energias e desmontar a guia. O novo médium irá receber algumas miçangas e normalmente compram firmas e pingentes novos.

 

Respondendo a pergunta que eu mesmo coloquei como o título deste artigo, como já citei, todas as guias são de grande importância, mas o Fio de Contas no qual tenho um apreço grande é o que recebemos em nosso batizado de Anjo de Guarda, a guia de Oxalá, não só por ser a primeira guia de todos os médiuns, mas pelo grande axé que ela nos dá e por sua grande importância.

Nunca se esqueçam, jamais invertam os valores, pois as entidades não dependem da guia para trabalhar afinal não é a guia que dá poderes a entidades e sim a entidade que dá poderes a guia, já que a mesma é só mais um recurso do qual eles utilizam para auxilio e ligação para com o médium.

Quero mais uma vez dizer que este artigo é feito por um médium oborizado e peço desculpas se algo de errado foi mencionado.

 

“A força de uma entidade não é comparada á quantidades de colares de um médium. Não é o colar (guia) que dá poderes a entidades e sim a entidade que dá poderes as guias.”

 

Qual a Guia (Fio de Contas) mais importante em nosso Ritual?

Data: 28/07/2014

De: Jean Pierre D'Xangô

Assunto: OBORI

Benção aos mais velhos, e benção ao meu irmão Wagner.
Só fazendo um adendo que em algumas casas, o médium oborizado utiliza-se de uma guia de miçangas menores também, guia que contém 3 fios. Na realidade todas as suas guias são de três fios, a de Oxalá, do primeiro e do segundo santo.
Mas como disse isso é particularidade de algumas casas, não muda a essência do orixá e nem do ritual.

Axé

Data: 27/05/2013

De: Luciano D'Ogum

Assunto: PARABÉNS

Muito explicativo irmão, parabéns e muito axé.

Novo comentário